NOTÍCIAS


Guerreira, baleia volta a SC com filhote 10 anos após ser ferida gravemente por barco


Batizada de Mariscal, mas conhecida também como “Guerreira”, a baleia-franca-austral (Eubalaena australis) foi vista junto com um filhote na manhã de quarta-feira (27) na Praia do Moçambique, em Florianópolis. O animal já foi avistado no Estado em 2002 e 2012. Na última passagem, ela sofreu ferimentos profundos em um acidente com barco.

O avistamento foi divulgado pela Associação R3 Animal, que monitora animais nas praias da cidade. De acordo com Karina Groch, bióloga e diretora do projeto ProFRANCA, ela parece estar saudável.

“Agora ela parece estar ótima e, pelos nossos cálculos, deve estar junto ao seu quarto filhote, o terceiro após sua visita que nos preocupou em 2012″.
Guerreira foi avistada em Florianópolis na quarta-feira (26) — Foto: R3 Animal/Divulgação

Guerreira foi avistada em Florianópolis na quarta-feira (26) — Foto: R3 Animal/Divulgação

O acidente que deixou Guerreira com cicatrizes pelo corpo na praia de Mariscal, em Bombinhas, no Litoral Norte. Depois do acidente, dois outros registros ocorreram no Rio Grande do Sul e no Uruguai.

  • Baleias-francas passeiam com filhotes no mar de SC
  • Fotógrafo flagra baleias-francas nadando em praia

Para o oceanólogo Emanuel Ferreira, gerente da R3 Animal, a história de Mariscal é um alerta para quem navega pela região costeira nesta época do ano (veja as orientações abaixo).

Animais foram localizados em Santa Catarina — Foto: R3 Animal/Divulgação

Animais foram localizados em Santa Catarina — Foto: R3 Animal/Divulgação

A primeira baleia-franca de 2022 no Estado foi avistada nadando nas praias da Ribanceira e do Porto em Imbituba, no Sul, em 13 de junho. Com o avistamento, a temporada dos animais começou mais cedo neste ano por Santa Catarina.

As baleias geralmente são avistadas entre julho e setembro. A chegada antecipada, segundo Karina , pode ser o presságio de um aumento de avistamentos até o fim do ano.

Orientações para observar baleias

A portaria 117/96 do Instituto do Meio Ambiente (Ibama) define regras relativas aos cetáceos encontrados em áreas brasileiras. Veja abaixo:

  • respeite as distâncias de aproximação embarcada (desligar ou colocar os motores em neutro a 100m);
  • nunca avance bruscamente na direção das baleias;
  • não se aproxime por detrás das baleias, nem intercepte o seu curso, mantenha-se afastado em posição lateral;
  • não separe grupos de baleias ou mães de filhotes;
  • nunca religue os motores sem avistar claramente os animais na superfície;
  • não faça ruídos desnecessários, nem jogue qualquer objeto na água;
  • não permaneça junto às baleias por mais de 30 minutos.

O que posso fazer se encontrar um animal marinho morto ou debilitado?

  • ligue 0800 642 3341;
  • mantenha distância e ajude a isolar a área;
  • evite contato desses mamíferos ou outros animais silvestres com bichos de estimação, pois eles podem transmitir doença entre si. Os cachorros também podem atacar o animal;
  • evite tirar fotos com o uso de flash, nem forneça alimentos ou force o animal a entrar na água.

Veja mais notícias do estado no g1 SC



Fonte: G1


28/07/2022 – Continental FM

COMPARTILHE

SEGUE A @CONTINENTALFM961

(49) 3347-0131

radiocontinental@outlook.com.br
Rua Pernambuco nº329 – Centro Coronel Freitas – Santa Catarina  CEP:89840-000  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO