NOTÍCIAS


Imagens flagram mais de 700 meteoros 'riscando' céu de SC em uma noite


  • Compartilhe esta notícia no WhatsApp
  • Compartilhe esta notícia no Telegram

Segundo o astrônomo Jocimar Justino, que coordenada a estação de Monte Castelo e integra a Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon), a Delta Aquáridas do Sul é uma das melhores chuvas de meteoros para se observar no Brasil.

“Os meteoros dessa chuva provavelmente são formados por detritos do cometa 96P/Machholz, um cometa que passa raspando o Sol”, conta. De acordo com Justino, a cada seis anos, ele passa a 18,6 milhões de quilômetros da estrela central do Sistema Solar.

O número de ocorrências registrado entre sexta e a madrugada deste sábado é considerado um recorde na estação de monitoramento.

  • Queda de meteoros ou lixo espacial: o que riscou simultaneamente o céu de SC
“Além dos meteoros desta chuva, também foram flagrados meteoros esporádicos e de outros radiantes ativos como os Alfa Capricornídeos, por exemplo”, complementou.

A atividade da Delta Aquáridas do Sul costuma ocorrer entre 22 de julho e 17 de agosto, com pico em 30 de julho.

Quantidade de meteoros foi considerada um recorde na estação de monitoramento — Foto: Jocimar Justino/ Divulgação

Quantidade de meteoros foi considerada um recorde na estação de monitoramento — Foto: Jocimar Justino/ Divulgação

Chuva de meteoros em Monte Castelo  — Foto: Jocimar Justino/ Divulgação

Chuva de meteoros em Monte Castelo — Foto: Jocimar Justino/ Divulgação

Registros foram feitos entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado  — Foto: Jocimar Justino/ Divulgação

Registros foram feitos entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado — Foto: Jocimar Justino/ Divulgação

O meteoro é um fenômeno luminoso que ocorre quando um pequeno fragmento de rocha espacial atravessa a atmosfera em altíssima velocidade. Quando entra na Terra, esse fragmento comprime e aquece rapidamente o gás atmosférico, formando uma bolha de plasma (gás aquecido e ionizado), que brilha por um determinado período de tempo.

“Entretanto, em certas épocas do ano, a Terra atravessa uma área do céu que possui uma quantidade maior de detritos deixados por cometas ou asteroides. Quando isso ocorre, vários desses fragmentos atingem a atmosfera ao mesmo tempo, formando as chuvas de meteoros”, explica a Bramon.



Fonte: G1


30/07/2022 – Continental FM

COMPARTILHE

SEGUE A @CONTINENTALFM961

(49) 3347-0131

radiocontinental@outlook.com.br
Rua Pernambuco nº329 – Centro Coronel Freitas – Santa Catarina  CEP:89840-000  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO