NOTÍCIAS


Suspeito de tirar foto por baixo de saia de adolescente em shopping é preso em Criciúma


Um homem suspeito de tirar uma foto por baixo da saia de uma adolescente de 14 anos foi preso em Criciúma, no Sul catarinense. A vítima relatou à Polícia Militar que o caso ocorreu no elevador de um shopping. Ela pediu ajuda aos seguranças do estabelecimento e o suspeito foi detido.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

O crime ocorreu na quarta-feira (27), por volta de 12h30, em um shopping do Centro da cidade. A vítima relatou à PM que o criminoso entrou no elevador depois dela. A adolescente percebeu que a câmera do celular dele estava aberta e perguntou se ele tinha tirado uma foto dela por baixo da roupa.

O homem negou e tentou fugir correndo do elevador. Porém, foi detido por um segurança do shopping, após pedido de ajuda da vítima. O suspeito ainda tentou fugir mais uma vez. Entretanto, foi apanhado e levado para a sala de monitoramento do shopping até a chegada da polícia. Depois, foi levado à delegacia.

O que é importunação sexual?

A lei caracteriza como crime de importunação sexual a realização de ato libidinoso na presença de alguém e sem seu consentimento, como toques inapropriados ou beijos “roubados”, por exemplo.

O texto especifica assim o crime: “Praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”.

A importunação sexual difere do assédio sexual, que se baseia em uma relação de hierarquia e subordinação entre a vítima e o agressor. Quem pratica casos enquadrados como importunação sexual poderá pegar de 1 a 5 anos de prisão.

Alguns dos casos mais comuns são de abuso sofridos por mulheres em meios de transporte coletivo, como ônibus e metrô.

A proposta de lei ganhou força – e foi aprovada – após repercutirem casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres em ônibus. Um dos episódios de maior repercussão ocorreu em São Paulo, em 2017.

A lei que tornou crime a importunação sexual – e também a divulgação de cena de estupro, de cena de sexo ou de pornografia – foi sancionada em setembro de 2018.

Veja mais notícias do estado no g1 SC



Fonte: G1


28/07/2022 – Continental FM

COMPARTILHE

SEGUE A @CONTINENTALFM961

(49) 3347-0131

radiocontinental@outlook.com.br
Rua Pernambuco nº329 – Centro Coronel Freitas – Santa Catarina  CEP:89840-000  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO